Meios de Pagamento

Whatsapp Pay x Link de pagamento: qual a diferença?

Posted On
Postado por Fabiola Coelho

Os pagamentos via Whatsapp estão oficialmente liberados. A Cielo e o Facebook firmaram uma parceria, e como resultado temos o Whatsapp Pay. Mas qual a diferença entre Whatsapp Pay e link de pagamento? 

Quer saber como funciona e quais as características que diferem esse novo meio de pagamento digital e o link de pagamento? Então, continue a leitura, pois vamos exemplificar, usando o RecebeAqui para comparar.

1. O que é Whatsapp Pay?

É uma nova funcionalidade do Whatsapp que permite pagar e receber diretamente pelo aplicativo de mensagens.

Essa modalidade funciona de forma parecida com o PIX, pois as transferências são realizadas imediatamente e sem custo. Assim como o PIX, a ação é irreversível, ou seja, não tem como cancelar uma transação.

1.1. Como usar?

Para começar a utilizar o serviço, você precisa fazer a configuração no aplicativo e inserir seus dados pessoais e bancários, que serão compartilhados com o Facebook Pay. E isso deve ser feito tanto por quem irá receber, como pelo pagador.

A função está sendo liberada primeiramente para pessoas físicas. Já as empresas e pessoas jurídicas que desejarem utilizar a funcionalidade, precisam se credenciar junto à Cielo.

1.2. Qual forma de pagamento é aceita?

A princípio, o Whatsapp Pay aceita apenas pagamentos à vista, via cartões de débito, das bandeiras Visa Electron (Visa) e Maestro (Mastercard), em transações realizadas exclusivamente no Brasil

Os principais bancos já estão autorizados a utilizar o novo meio de pagamento e o aplicativo está avaliando novas parcerias para autorizar mais instituições financeiras. 

Um detalhe importante a saber é o limite de transferências: R$ 1.000,00 para cada pagamento realizado e o máximo de R$ 5.000,00 ao mês. Além disso, os bancos credenciados podem definir limites inferiores, caso optem por mais restrição.

1.3. Existe proteção contra fraudes?

O sistema é protegido por meio do PIN criado ao se cadastrar no Facebook Pay, da função biométrica ou facial (a depender do modelo do celular) e da própria criptografia já existente no aplicativo de mensagens.

No entanto, não existe um sistema antifraude. Por isso, o Whatsapp informa que o usuário que sofrer algum tipo de golpe poderá contactar o suporte ou a Ouvidoria. Porém, é preciso lembrar que não é possível reverter uma transação para reaver um valor transferido incorretamente.

2. Link de pagamento e Whatsapp Pay: diferenças

mulher sorrindo segurando um cartão em uma mão e na outra um celular pagando um link de pagamento .

Ok, agora que deu pra entender um pouco sobre o Whatsapp Pay, qual a diferença entre um link de pagamento e esse novo formato, afinal? E qual é mais vantajoso para mim? 

Para responder a essas perguntas, em primeiro lugar, você precisa saber como funciona um link de pagamento e suas principais características. Outra coisa importante é definir que tipo de transações financeiras você irá realizar, em que volume e para quem. Vamos analisar?

Assim como a novidade lançada pelo Whatsapp, um link de pagamento também possui a função de enviar e receber dinheiro de forma digital, rápida e prática. Você gera um link com o valor desejado e envia para quem precisa te pagar. Isso pode ser via Whatsapp, redes sociais ou até e-mail, se preferir.

Para gerar um link de pagamento, como o RecebeAqui, você precisa se cadastrar no site e informar seus dados pessoais e bancários. A diferença para o Whatsapp Pay é que apenas quem vai cobrar precisa fazer isso, ou seja, quem vai pagar não tem necessidade de se cadastrar. 

Ademais, existem outras diferenças entre esses meios de pagamentos como limite de transferências, bandeiras e instituições credenciadas. O RecebeAqui aceita praticamente todas as bandeiras, por exemplo, Visa, Master, Amex, Diners, Elo, entre outros. Além disso, o pagamento pode ser realizado por cartão de débito ou crédito, dividido em até 12 parcelas e sem limite de quantidade de transações.

Indo um pouco além, podemos analisar também questões ofertadas pelo link de pagamento como a possibilidade de pagamentos internacionais e a garantia contra fraudes. Uma vez que, ao transacionar valores de forma remota, é constante a preocupação com a segurança. Por isso, usar um serviço que garanta fraude zero é importante, para evitar prejuízos nos negócios. 

3. Quando usar o Whatsapp Pay e quando usar o Link de Pagamento?

Após analisar o que cada um oferece, certamente fica fácil entender quando cada um irá se encaixar melhor nas suas necessidades.

Por exemplo, se você está em uma relação comercial e o seu cliente não se sente confortável em compartilhar seus dados, o link de pagamento do RecebeAqui é uma solução. Mas, se é um parente ou amigo para quem você precisa realizar ou receber uma transferência, o Whatsapp Pay resolve o problema.

Se você precisa fazer constantes movimentações financeiras, se trabalha com vendas de produtos ou serviços e, principalmente, se precisa oferecer mais flexibilidade para sua clientela, será necessário um meio mais robusto que o Whatsapp Pay. E neste caso, um link de pagamento como o RecebeAqui lhe atenderá melhor.

Além disso, dependendo do seu segmento, será preciso receber pagamentos de fora do país, e neste caso, o Whatsapp Pay não poderá ser usado.

Veja no quadro abaixo um resumo das características de cada meio de pagamento:

RecebeAquiWhatsapp Pay
Débito e crédito em até 12xApenas à vista no cartão de débito
Sem limiteLimite de R$ 1.000,00
Recebimento em até 2 dias úteis (é possível cancelar)Recebimento imediato (ação irreversível)
Quem recebe não cadastra dados pessoais nem bancáriosTanto quem paga como quem recebe precisa cadastrar seus dados
Aceito em todos os continentesAceito somente no Brasil
Antifraude 3D SecureNão se responsabiliza por fraudes

Conclusão:

Neste artigo, consolidamos as dúvidas mais comuns que têm surgido desde o lançamento do novo meio de pagamento digital. Portanto, o objetivo foi expor a diferença entre Whatsapp Pay e link de pagamento. 

Em resumo, é possível observar que existem prós e contras em todo formato. O mais importante é avaliar fatores como segurança e praticidade e então escolher o que mais se adequa às suas necessidades.

Caso alguma informação tenha faltado neste artigo ou se você ainda possui dúvidas, compartilhe nos comentários.  

POSTS RELACIONADOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

10 − cinco =